Budismo, breve histórico

Imprimir

A palavra "Buda" significa “o Desperto” ou “Aquele que despertou do sono coletivo”. É o espelho atemporal do potencial inerente da mente. 

O Buda histórico (Buda Shakyamuni), nasceu na região norte da Índia, há mais de 2500 anos, como o príncipe Siddhartha Gautama. Desde sua infância ele foi cercado por coisas belas e pela riqueza, longe de qualquer tipo de sofrimento. Ele deixou o palácio pela primeira vez aos 29 anos de idade, e, pela primeira vez, teve contato com o sofrimento humano – em forma de uma pessoa doente, uma pessoa velha e uma pessoa idosa.

Nesse momento, ele percebeu que nada na vida era permanente e resolveu deixar o palácio para ir em busca de métodos que resultassem no fim do sofrimento humano. Sua busca durou cerca de seis anos, até que quando em meditação profunda, ele reconheceu a verdadeira natureza da mente e alcançou o estado de iluminação em baixo de uma árvore, na cidade de Bodi Gaia, no norte da Índia.

O que ensinou Buda?

Depois de alcançar a iluminação compartilhou seus métodos para descobrir a natureza da mente por quarenta e cinco anos. Este conjunto de Ensinamentos é conhecido como DHARMA, em tibetano Tscho, que significa “ as coisas como são” que constituem os 84.000 ensinamentos (Dharma) deixados por ele e compilados por seus alunos nos 108 volumes do Kanjur. Buda mostrou que existe algo além do mundo condicionado, então, entender como as coisas são, é a chave para o fim do sofrimento e para a entrada no estado de felicidade infinita.

Através da meditação o que é compreendido se transforma em experiência própria e através de métodos adicionais se solidificam os níveis de consciência alcançados. A meta no Budismo é a o total desenvolvimento das qualidades e possibilidades inatas do corpo, fala e mente. No Budismo não existe dogmas e o pensamento crítico é estimulado a ponto que as últimas afirmações do Buda distanciam o Budismo de ser considerado uma religião.

Assim, os ensinamentos de Buda tornam as pessoas destemidas, alegres e gentis, sempre tentando beneficiar o maior número de pessoas pelo maior período de tempo.

O que são liberação e Iluminação?

Liberação significa o reconhecimento de que o corpo os pensamentos e os sentimentos estão em constante mudança e por isso não podem constituir um “eu” ou ego real. Desta forma deixamos de nos sentir como o centro de tudo , que é a causa de todo sofrimento. A Iluminação é o próximo e definitivo passo. A mente, de forma natural expressa a ausência de medo, alegria e compaixão ativa, agindo sempre de maneira espontânea.

Karma (causa e efeito)

A infalível lei de Causa e Efeito onde podemos construir nosso caminho e não ficar a mercê do “ destino”. Cada um de nós é responsável pela própria vida. Esta compreensão nos libera para o acumulo intencional de impressões positivas que ajudam a plantar bons pensamentos, palavras e ações que trazem felicidades e evitam muitos sofrimentos futuros. Karmas positivos não amadurecidos podem ser fortalecidos e maturados pelos eficientes métodos do caminho do diamante. Enquanto que os karmas negativos, através dos mesmos métodos, podem ser amenizados, neutralizados e dissolvidos.

Our website is protected by DMC Firewall!